Administrar um condomínio requer muita responsabilidade e conhecimento. Até mesmo aqueles que contam com um síndico experiente não estão imunes a erros na gestão. E isso pode ocasionar prejuízos importantes para o empreendimento. Para reduzir os riscos e garantir uma boa gestão, atualmente, os condomínios podem contar com o auxílio de administradoras especializadas no ramo.

De acordo com o diretor da LCD Condomínios, Marcelo Décimo, ser especialista no assunto faz com que se tenha um conhecimento profundo sobre questões essenciais do dia a dia até as mais complexas. “Aqui na empresa, temos equipes formadas por profissionais capacitados para atender as mais diferentes demandas, do financeiro ao jurídico”, explica o executivo.

Entre os principais problemas enfrentados pelos condomínios, três são muito importantes e podem ser evitados a partir da contratação de uma administradora.

Conheça cada um deles:

1. Erros na gestão financeira

Tarefa complicada, principalmente para quem não tem experiência na área e nunca atuou como síndico, a gestão financeira requer extrema atenção. Erros neste setor podem resultar em multas, juros e altas taxas de inadimplência. A administradora condominial vai criar um calendário de pagamentos e vencimentos, organizar as contas a pagar, os valores a receber, gerenciar os recursos disponíveis, orientar sobre a utilização do fundo de reservas, entre outras rotinas financeiras.

Além disso, será responsável pela prestação de contas, a partir da elaboração de relatórios de entradas e saídas e de balancetes. Desta maneira, o síndico e os moradores estarão sempre cientes da gestão financeira do condomínio.

2. Erros com cobranças

Uma cobrança feita de forma errada pode ser considerada abusiva e gerar uma ação judicial para reparação de danos morais. O resultado pode ser o prejuízo para quem a fez e, até mesmo, para o condomínio.

Realizar cobranças sem constranger o devedor ou exagerar nos métodos utilizados, é uma das tarefas da administradora. Setores especializados de cobranças condominiais possuem profissionais treinados, com experiência e conhecimento jurídico para abordar o devedor da maneira adequada. Quando necessário, conforme as normas estabelecidas pela lei,  encaminhar notificações extrajudiciais, realizar cobranças extrajudiciais e  representar o condomínio em ações e audiências contra inadimplentes.

3. Erros em assuntos jurídicos

Os assuntos jurídicos podem ser os mais difíceis de serem administrados em um condomínio, pois tudo deve ser feito de acordo com a legislação. E, para isso, é preciso de profissionais atualizados sobre as normas vigentes.

Dentre os assuntos que são tratados por este setor estão os tributos a serem pagos, as normas fiscais, as regras trabalhistas, a elaboração e as alterações na convenção de condomínio e a confecção de regimentos internos. Não seguir a legislação é sempre prejudicial ao condomínio, causando problemas judiciais e trazendo prejuízos. Os erros com o fisco e com a Receita Federal podem acarretar consequências graves, além de ser fundamental o acompanhamento de qualquer ação judicial.

A partir do trabalho de uma administradora com credibilidade no mercado, o condomínio poderá contar com uma assessoria especializada em várias áreas, deixando síndicos e condôminos com segurança e a garantia em relação à legalidade dos atos praticados.

 

LCD Condomínios