Saber e pagar exatamente pelo que se consome de água é um desejo de grande parte dos moradores de um condomínio. Muitos empreendimentos novos já adotam a instalação individual de medidores, mas, os antigos, na sua maioria, ainda contam com o tradicional rateio do consumo coletivo.

O que poucas pessoas sabem é que, o que era uma escolha das incorporadoras no momento da construção, passou a ser obrigatório. A Lei Federal 13.312, sancionada em 2016, determinou que todos os residentes em condomínios novos, a partir de 2021, devem ter medição individualizada.

Para o diretor da LCD Condomínios, Marcelo Décimo, a regra traz muitos benefícios, tanto para os condomínios, quanto para os moradores. “Uma medição individualizada vai proporcionar economia no bolso do condômino que souber poupar este bem tão precioso”, afirma o executivo.

Décimo acredita que a possibilidade de reduzir despesas vai refletir diretamente na mudança de hábitos, contribuindo para a criação de uma consciência ambiental. “Novas atitudes na forma de consumir água vão surgir, impactando, ainda, na diminuição do desperdício”, avalia, e completa: “Aquelas pessoas que moram sozinhas, trabalham durante o dia e retornam, muitas vezes, à noite, poderão pagar tarifa mínima, por exemplo. Já as famílias, terão que fazer uso consciente para não terem acréscimos significativos”.

Outra facilidade que a medição individual oferece é a possibilidade de identificar e corrigir irregularidades como vazamentos, quando a conta vier com um valor muito mais alto do que o normal.

Com um percentual que pode chegar a 30% na redução média do consumo de água, a individualização pode ser uma alternativa também para empreendimentos antigos. “O síndico deve apresentar a ideia em Assembleia. Se houver aceitação, o próximo passo é fazer orçamentos dos hidrômetros e da mão de obra que será utilizada na instalação dos mesmos”, explica Décimo, que dá uma dica: “A LCD Condomínios conta com uma equipe capacitada para passar todas as  informações sobre a individualização, bem como auxiliar na implantação dessa nova modalidade de medição”.

Marcelo Décimo

Diretor da LCD Condomínios