Braço direito do síndico – seja este Profissional ou Morador –, o zelador é extremamente importante em um condomínio. Literalmente, zela para que tudo corra bem!

Ele é o responsável por cuidar de todas as atividades que acontecem no empreendimento, bem como coordenar os profissionais que estejam trabalhando fixo ou prestando um serviço temporário no local.

O cargo de zelador não deve ser confundido com o do síndico. Nem mesmo quando o titular não estiver à disposição dos moradores. Ambos são relevantes, mas possuem papeis distintos.

Nas rotinas cotidianas, ele precisa ter uma agenda proativa – programada anteriormente com o síndico – para minimizar possíveis erros ou esquecimentos que afetem a manutenção preventiva do condomínio, que deve estar em dia, evitando gastos mais elevados em obras emergenciais.

Checar o relógio de água, verificar se os elevadores e lâmpadas das áreas comuns estão funcionando normalmente, se a limpeza está adequada e se a casa de força, bomba de recalque, casa de máquinas, gerador e motores estão em pleno funcionamento são apenas algumas das tarefas que precisam ser realizadas.

Para conseguir executar com excelência tudo o que está sob o seu “guarda-chuva” de trabalho, o zelador precisa ter noções de segurança, de gerenciamento de pessoas, de atendimento de condôminos e visitantes, de funcionamento de equipamentos e de organização e planejamento, para lidar com a demanda da comunidade condominial.

É importante lembrar que não é seu papel efetuar reparos dentro das unidades, carregar sacolas para moradores, fazer resgate de passageiros em elevadores ou executar atividades que não estão no seu escopo de trabalho. Como, por exemplo, exercer o papel de porteiro – o que pode gerar, no futuro, ações trabalhistas contra o condomínio por acumulo de função.

LCD Condomínios